Quem somos

Mariana Gholmia

Terapeuta do Sagrado Materno

Sempre gostei de brincar de curar, de movimento, de dança, de ser curiosa, de servir para a comunidade, viver em rede, de articular, de mobilizar, de somar para multiplicar, conectar e realizar. A natureza sempre como fonte de inspiração e nutrição me acolhia quando eu, Mariana, me perdia de mim. A intuição foi a forma que eu encontrei para escutar meu coração e seguir na evolução.

 

A jornada externa virou interna, virou missão de me curar de mim e compartilhar as conquistas e dores dessa travessia com outras mulheres mães. Saí em busca de assumir a beleza do meu feminino, acolhendo também o meu masculino, que gritava em busca de socorro, depois de muitas feridas profundas que permaneciam abertas dentro da minha criança interior.

 

Ao ocupar meu devido lugar, consegui acolher meu parceiro de alma (Lucas) e criador do nosso verdadeiro amor (Serenna), me fazendo nomear o real significado de família: respeitar nossas individualidades para sermos livres para amarmos, nos cuidarmos e nos acolhermos a fim de sermos quem quisermos Ser em busca de criar a nossa cultura familiar.

 

Eu sou guardiã do sagrado materno. Tenho o propósito de dar apoio às mulheres mães a se ressignificarem para assumir e acolher todas as suas partes. Com uma escuta amorosa, um colo de mãe, trazendo o movimento da dança, a investigação poética da sexualidade, por meio de práticas de cuidado e nutrição. Mães que queiram se reconectar com o corpo, na saída do puerpério, com força e leveza, sobretudo respeitando a travessia que é despedir-se do ser apenas mãe, para voltar para o Mundo sendo Mulher Mãe.

Atuo nas seguintes áreas:

Acompanhamento das mudanças e movimentos da gestação com a dança, trazendo o sentir dos corações como forma de expressão do corpo.

 

  • Amidoula;

  • Consultoria para empresas sobre maternagem e feminino;

  • Jornada do Sagrado Materno – resignificando corpo,alma e mente da mãe –mulher

  • Atendimento terapêutico em consultório particular para mães

  • Vivencias do Feminino Materno Sagrado

Ana Maria Lambert

Terapeuta Familiar

Meu caminho até aqui foi cheio de escalas em terras diversas. Sou fisioterapeuta especializada em saúde da mulher e com o nascimento do meu filho há 13 anos experimentei, da indignação ao êxtase, as transformações trazidas à maternidade.

 

O nascimento do meu filho foi uma experiência profunda de conhecimento de mim mesma, e com ele fui construindo um novo eu. Ele me instigou a me aprofundar sobre a importância do nascer fisiológico e principalmente o respeito aos primeiros cuidados do bebê. Nessa busca me tornei doula e consultora de amamentação.

 

Minha experiência com a pedagogia Waldorf, que escolhi para meu filho, trouxe um olhar para o ser humano, acreditando nas potências que todo bebê nasce com elas. Conheci a abordagem Pikler que me fez rever toda a minha formação de fisioterapia na pediatria, acreditando nos processos individuais e criativos da exploração do mundo pelo bebê. Hoje estudo e pesquiso essa abordagem, e acredito ser a mais orgânica e amorosa para a criança.

 

Contudo, ainda percebia um precipício entre minha atuação e a realidade da família. O sistema familiar muitas vezes não era visto com a devida importância e isso me causava muita angústia. Foi em uma conversa com uma antiga paciente que acompanhei a gestação e parto e que depois de 1 ano do nascimento do filho estava se separando, que me despertou a necessidade de estudar a fundo os sistemas familiares. Fiz a formação de Terapeuta Sistêmica, Casal e Família pelo Instituto Sistemas Humanos e atualmente esta é o meu olhar constante nas famílias e mães que atendo.

Atuo nas seguintes áreas:

  • Acompanhamento físico e emocional da mulher e do casal na gestação;

  • Consultoria de amamentação, sono e ritmos na primeira infância;

  • Acompanhamento do desenvolvimento neuropsiquicomotor de bebês até 3 anos.

  • Atendimento terapêutico em consultório particular.

Leonardo Piamonte 

Psicoterapeuta do Masculino

Pai de três filhos. Psicólogo da Universidad Konrad Lorenz, de Bogotá, na Colombia.

 

Depois de trabalhar em clínicas psiquiátricas, centros de detenção e consultórios psicológicos, mudou-se para o Brasil há 12 anos, onde trabalha como psicólogo focado essencialmente nas questões relacionadas à paternidade, futuros pais e relações familiares. responsável pelo blog paternidade sem frescura, é também um dos co-criadores do grupo do Paternando em Sao Paulo e do podcast Balaio de Pais.

Atuo nas seguintes áreas:

  • Psicoterapeuta para pais e homens.

Camila Barros

Psicoterapeuta infantil e Arte Terapia 

Desde criança eu sempre me interessei por historias, pela natureza e pela arte. Apaixonada pela ideia de poder transformar e ressignificar os objetos e elementos da própria natureza, criando narrativas fantásticas nas coisas mais simples, atribuindo novas funções ao que já existia, vivendo a infância com a liberdade de experimentar o mundo inteiro no espaço de um jardim.

 

Tempos mais tarde descobri que essa sensação que eu não sabia explicar mas que trazia grande paz consigo tinha um nome: criatividade.

 

Hoje percebo o quanto essa pratica foi e continua sendo base da minha essência em busca de voltar meu olhar para dentro e me reconectar com minha criança, aprendendo contos, sonhando, criando e materializando o que penso e sinto através da arte, do olhar atento e curioso perante fluxo e impermanência da vida.

 

Muitos dizem que arte é coisa de criança, no entanto, se esquecem de que existe essa criança dentro de cada um de nós e nos equilibramos quando levamos ela para brincar. Brincar livremente, sem julgamento e com a entrega do nosso coração e por essa via nos tornarmos adultos criativos, flexíveis e despertos para o que esta ao nosso redor e no olhar com os outros.

 

Percebo que a transcendência e a consciência não é um portal que esta lá longe, é aqui e agora! É no cotidiano que temos a possibilidade de dar sentido aos nossos fazeres e dançar com o fluxo da vida. Não precisamos ir longe para se conectar com o que esta dentro de nós.

 

Aceitando a impermanência que a vida nos traz, tudo é possibilidade de Ser.

 

Sou psicóloga e arteterapeuta e ambas as escolhas possibilitaram estar em constante desenvolvimento no ato de acolher, transformar e ampliar caminhos individuais na jornada interior de se redescobrir através do ato criativo.

 

Campo de estudo: Psicologia Analitica Junguiana, Pesquisas nas áreas de Psicologia e Religião , Intuição, Sonhos e Simbolos Psicologia Anomalística (Interpsi Usp), Alquimia, Medicina indígena e Xamanismo e Educação social.

Atuo nas seguintes áreas:

  • Psicoterapeuta de pais e filhos com foco na criança.

Amanda Menezes

Desenvolvimento Infantil 

Me considero uma amante do desenvolvimento humano em diversas dimensões. Meus estudos começaram com a psicologia, me encantei pela psicanálise e percebi a importância da educação nos primeiros anos de vida. Em seguida, comecei estudar abordagens da educação humanista (Montessori, Rudolf Steiner, Emmy Pikler, Françoise Dolto entre outros), caminhos que me levaram a me formar como Pedagoga e atuar durante 7 anos como professora da Educação Infantil.

 

Me tornei mãe e a maternagem me despertou o desejo de aprofundar a importância relação adulto-criança, então me especializei na Metodologia de Biografia Humana de Laura Gutman- Nível I e a partir desses estudos desenvolvi o Programa Simbiose Materna- um processo de auto-conhecimento materno a partir da relação com filhos.

 

Apaixonada também pela Antroposofia em 2017 me formei no programa Germinar – Desenvolvimento de Lideres Facilitadores (uma metodologia de facilitação de abordagem antroposófica) que me inspirou a levar as aprendizagens do campo da educação e o olhar para o desenvolvimento humano para a área organizacional, formação que embasa meu trabalho atual com Gestão de Pessoas no espaço Eco-Cultural Casa Jaya.

Atuo nas seguintes áreas:

  • Facilitação de processos de desenvolvimento humano e organizacional com abordagem antroposófica.

  • Programa Simbiose Materna- vivência auto-conhecimento materno.

  • Vivências sobre Desenvolvimento Infantil.

  • Massagem Biodinâmica (terapia corporal).

Carol Mendes 

Relações Institucionais

Meu nome é Carolina Mendes, tenho 40 anos, sou mãe de 5 crianças (4 preciosas meninas que preenchem os meus dias de amor, desafios e muito crescimento e um bebê que habitou nossa família brevemente e que vive agora nos nossos corações).Tenho um companheiro de vida e grande amore uma família de origem que me ensina o significado de laço e apoio.

 

Estudei Turismo e Geografia, trabalhei durante quase 10 anos no Terceiro Setor em projetos de educação, acesso à cultura e incentivo à leitura e tive experiências significativas com o ensino da Geografia.

 

Com o nascimento da minha primeira filha, Clara, optei por parar temporariamente minhas atividades profissionais e me dedicar exclusivamente ao seu cuidado. Depois, com o nascimento das nossas outras filhas(Violeta, Laura e Helena) fui renovando essa escolha e assim se passaram sete anos.

 

Ao longo desses anos, as rodas de mães, os espaços de trocas entre famílias e a rede de apoio que se formou ao nosso redor foram fundamentais para o meu fortalecimento.

 

Aos dois anos de idade, nossa filha mais velha entrou num Jardim Waldorfe desde então, comecei a estudar e a viver no meu cotidiano a Pedagogia Waldorf. Encontrei na Antroposofia e na Pedagogia Waldorf um rico campo para as reflexões sobre meu existir e atuar no mundo, assim como para as escolhas no cuidado das minhas filhas.

 

Trago para o mundo uma vivência potente do cuidado (e venho descobrindo o auto-cuidado), dos vínculos amorosos e disponíveis e da vida que se amplia e embeleza com apoio e trocas.

 

Vim para o Colo expressar minha paixão e crença nas construções coletivas e contribuir para o acolhimento e fortalecimento de mulheres, homens e crianças, nessa linda e rica jornada que é viver em família se tornando pai e mãe.

© 2018 COLO ACOLHIMENTO E EMPODERAMENTO FAMILIAR . CRIADO POR @ONDEHALUZ

Fale conosco:

(11) 98271-8412